Acesse
Notícias
Esportes
Entretenimento
Fale Conosco
Busca:
Em:
OK
Carla Assenheimer
Migueloestina, formada em Ciências Contábeis e Direito. Empresária contábil há mais de 20 anos, com o escritório Erni Assessoria Empresarial Ltda., com sede em São Miguel do Oeste. Vice Presidente Administrativa da ACISMO.
Perfil
Comentários e informações sobre questões econômicas e tributárias.
UFSC está entre as 10 melhores universidades do país

 A UFSC aparece mais uma vez entre as 10 melhores universidades do país. Isso é o que aponta o Ranking Universitário Folha 2014 (RUF). Além dela, outras 11 instituições de Santa Catarina estão entre as 192 que aparecem no levantamento.

A UFSC aparece na 1ª colocação estadual e 7ª nacional. A universidade manteve a mesma posição conquistada no ranking em 2013. Na 2ª colocação estadual e 65ª nacional aparece a Univali, que perdeu 5 posições em relação a 2013, quando aparecia em 60ª. Com a 3ª posição estadual e 68ª nacional está a Udesc, que em 2013 conquistou a posição 55ª.

A posição das outras universidades catarinenses que aparecem no ranking é a seguinte: UFSC - 7ª; Univali - 65ª; Udesc - 68ª; Furb - 76ª; Unisul - 99ª; Unesc - 105ª; Univille - 126ª; Unoesc - 148ª; Unochapecó - 158ª; UNC - 168ª; Uniplac - 185ª; Uniarp - 192ª.

Apenas três universidades catarinenses melhoraram o desempenho em relação a 2013. A Unisul subiu 33 posições. A Univille melhorou 21 posições e a UNC subiu 15 posições no ranking.

No topo do ranking nacional aparece a USP, seguida pela UFMG e UFRJ.



0 comentário(s)



Rota do Campo - O Caminho da Natureza

 A Associação Comercial e Industrial de São Miguel do Oeste (ACISMO) realiza hoje, dia 13, uma visita à Iraceminha, para que Conselheiros e Nucleados da entidade possam conhecer a Rota do Campo - O Caminho da Natureza.

O objetivo é conhecer a turismo rural que vem se fortalecendo naquele município e que está servindo de modelo para ser estruturado em outros municípios.

Este pode ser mais um nicho de mercado a fim de garantir a fixação das famílias no meio rural, e também um atrativo para turistas locais e também externos.



0 comentário(s)



Exportações de carne bovina ultrapassam 1 mi de toneladas

 Líder do mercado mundial de carne bovina, o Brasil já ultrapassou a marca de um milhão de toneladas exportadas em 2014. De janeiro a agosto deste ano, o volume foi de 1,045 milhão de toneladas ante 946,5 mil toneladas do mesmo período de 2013, resultando em um aumento de 10,43%.

Em faturamento, o ritmo de crescimento segue no mesmo patamar positivo. Nos oito primeiros meses de 2014, as exportações de carne bovina atingiram US$ 4,75 bilhões, um acréscimo de 13,78% referente ao ano passado, quando no mesmo período as exportações somavam US$ 4,1 bilhões.

Os números positivos devem-se especialmente pela demanda de Hong Kong e Rússia, que continuam liderando o ranking de mercados importadores de carne brasileira.

“Com esses resultados, o Brasil consolida sua posição de maior fornecedor de carne bovina do mundo. O mercado contou com diversas notícias positivas neste ano, como o fim do embargo chinês e habilitação de novas plantas para exportação para Rússia, suspensão do embargo do Irã e Egito para carne do Mato Grosso. Essas iniciativas, entre outras, são resultado do intenso trabalho realizado durante o ano e oferecem uma perspectiva animadora para batermos recorde de exportação em 2014”, afirma o presidente da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (ABIEC), Antônio Jorge Camardelli



0 comentário(s)



Corrente comercial de Santa Catarina com a Alemanha

A corrente comercial de Santa Catarina com a Alemanha deverá aumentar nos próximos anos, porque suas importações e exportações não são concorrentes, mas complementares. A avaliação foi feita em Hamburgo pelo presidente da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc), Glauco José Côrte, durante o lançamento da edição 2015 do Encontro Econômico Brasil Alemanha, que será realizado em Joinville.


0 comentário(s)



Consumo no Brasil durante o período de Copa do Mundo

 Um levantamento realizado pela Kantar Worldpanel mapeou como foi o consumo no Brasil durante o período de Copa do Mundo. O estudo que comparou o mês de junho de jogos com o mesmo período do ano passado identificou que o consumo registrou uma retração em 1,6% em volume, mas cresceu 10,9% em valor. Ou seja, o brasileiro gastou mais e comprou menos. A pesquisa mostra que as categorias que mais se destacaram no período foram as ligadas ao churrasco, como a cerveja, o hambúrguer e a linguiça


0 comentário(s)



Para Refletir

 “O voto deve ser rigorosamente secreto. Só assim, afinal, o eleitor não terá vergonha de votar no seu candidato.” (Barão de Itararé


0 comentário(s)



Restituição do IR até agosto é a menor dos últimos cinco anos

 Pelo segundo ano consecutivo, o Leão está demorando mais tempo para devolver as restituições do Imposto de Renda. Nos três primeiros lotes de 2014, depositados em junho, julho e agosto, a Receita Federal restituiu aos contribuintes R$ 5,8 bilhões, 3% menos que o valor liberado no mesmo período do ano passado de quase R$ 6 bilhões, em valores corrigidos pelo IPCA.

Em termos reais, ou seja, com números atualizados pela inflação, o reembolso já realizado em 2014 é o mais baixo desde 2009. O número de contribuintes beneficiados, cerca de 4,1 milhões de pessoas, também é o menor dos últimos cinco anos. Em 2013, mais de 4,2 milhões de brasileiros receberam sua restituição até agosto.

A diferença em relação a 2012 é ainda maior. Nos três primeiros lotes daquele ano, o Leão depositou R$ 8,3 bilhões, para pouco menos de 6,7 milhões de contribuintes.

O ritmo mais lento ocorre apesar do crescimento do número de contribuintes. Neste ano, quase 26,9 milhões de brasileiros entregaram a declaração de Imposto de Renda, 3% mais que em 2013 (26 milhões). Em 2012, 25,2 milhões de pessoas declararam o imposto.

Não há qualquer ilegalidade na prática de reter as restituições por mais tempo, desde que todas sejam depositadas até dezembro. A exceção é para as declarações que caíram na malha fina. Nesse caso, a Receita tem até cinco anos para reembolsar o contribuinte.

A tendência, portanto, é que as devoluções ganhem corpo nos próximos meses. No ano passado, a defasagem nos reembolsos em relação a 2012 só foi revertida no sétimo e último lote de restituições, em dezembro.

Isto tudo significa que o Governo Federal está com problemas de fluxo de caixa, e assim penaliza os contribuintes, atrasando a restituição do IR



0 comentário(s)



Fiesc avaliou crescimento industrial agroalimentar

 A Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc) realizou nos dias 3 e 4 de setembro, em Chapecó, encontro com empresários e especialistas da indústria agroalimentar. Na pauta do evento, a definição de rotas estratégicas para o setor em Santa Catarina, como parte do Programa de Desenvolvimento da Indústria Catarinense (PDIC).

Os convidados conheceram os resultados de um estudo socioeconômico e de uma pesquisa de tendências do segmento. Os dados, após analisados e validados, foram utilizados na definição de visões de futuro para o segmento no Estado. Os participantes apontaram tendências setoriais, fatores críticos e ações necessárias para garantir o crescimento.



0 comentário(s)



Indenizações pagas pelo DPVAT crescem 14%

 O Seguro DPVAT pagou 340.539 indenizações no primeiro semestre de 2014. Essa quantidade representa um crescimento de 14% de pagamentos, perante o total realizado nos primeiros seis meses do ano passado. O número de mortes continuou em queda, desta vez, de 13% em relação ao mesmo período do ano anterior. Em contraste com esta redução, as indenizações por invalidez permanente saltaram 21% e chegaram a 259.845 pagamentos em todo o Brasil. O levantamento foi realizado pela Seguradora Líder-DPVAT, administradora do seguro no País.

Mesmo com a redução de óbitos, o trânsito brasileiro ainda requer muita atenção dos órgãos públicos e privados. Para efeito de comparação, de acordo com dados da ONU divulgados no fim de julho, o confronto entre palestinos e israelenses deixou mais de 1.300 mortos. Em um mês, o trânsito brasileiro mata, em média, 4.100 pessoas. O panorama não é diferente quando analisado o quadro de feridos. Ainda segundo os dados da ONU, Gaza tem média mensal de 6 mil feridos, enquanto o trânsito supera 43,2 mil por mês.

Para os analistas, o avanço do pagamento de indenizações está relacionado a dois fatores. O brasileiro está conhecendo melhor seus direitos e recorrendo ao Seguro DPVAT. Entretanto, um ponto que deve servir de observação e política pública é o real aumento de acidentes de trânsito no País, principalmente os envolvendo as motocicletas.



0 comentário(s)



Novo Salário Mínimo

 A partir de 1º de janeiro de 2015, o salário mínimo deve ser R$ 788,06, segundo o Projeto de Lei Orçamentária Anual 2015. Um reajuste de 8,8%. O anúncio foi feito pela ministra do Planejamento, Miriam Belchior, depois de entregar a proposta ao presidente o Congresso, Renan Calheiros. O valor ficou acima do anunciado em abril deste ano, quando o reajuste do salário mínimo estava estimado em R$ 779,79, aumento de 7,71%.


0 comentário(s)





Siga
|
Informe Econômico

Acesse
Notícias
Esportes
Entretenimento
Fale Conosco
Busca:
Em:
OK
"O conteúdo deste blog é de inteira responsabilidade de seus autores e necessariamente não reflete a opinião do jornal."